O QUE É SEO

O que é SEO?

Você provavelmente já ouviu falar o termo SEO, mas ainda tem muitas dúvidas sobre o que é, para que serve e se realmente ajuda no crescimento do seu negócio.

O que podemos adiantar é que se trata de uma das melhores estratégias para o seu site ou blog aparecer nas primeiras posições dos mecanismos de pesquisa (Google, Bing, Yahoo, Youtube, etc...) e assim, atrair mais visitantes e consequentemente aumentar as vendas.

Infelizmente, nem todo mundo sabe usar as técnicas corretamente e por isso acabam contratando especialistas para fazer o trabalho.

Mas aqui vamos explicar para você tudo o que deve fazer para otimizar seu site, ser encontrado com facilidade pelos internautas e muito mais.

A sigla SEO significa “Search Engine Optimization”, que em português quer dizer otimização para mecanismos de pesquisa, e o mais conhecido é o Google e o Youtube.

Ou seja, fazer SEO é fazer com que o Google reconheça que o seu site oferece um conteúdo de qualidade para o leitor, uma boa navegabilidade, o que vai trazer muitos acessos.

O Google possui robôs (web crawlers), conhecidos por Google Bots que analisam o seu site e classificam suas páginas em relação aos demais concorrentes, de acordo com à coerência do conteúdo, assim como com a originalidade e demais fatores analisados (ao todo, mais de 200).

Enfim, SEO é um conjunto de técnicas utilizadas para tornar um site, blog ou até a página de uma rede social mais atrativo para o Google, e não apenas para o Google, também para seus visitantes.

Separamos a seguir as técnicas mais importantes para otimizar seu site.
seo 2

Principais tecnicas de seo

Agora que você já sabe o que significa SEO, veja as principais técnicas de otimização:

Estruturação do Site

Os mecanismos de busca priorizam os sites onde os conteúdos são organizados e de forma clara, coerente e objetiva.

Quanto mais clara for a estruturação dos conteúdos do site, mais os motores de pesquisa compreenderão que aqueles conteúdos são os mais relevantes para os usuários.

Vamos supor que alguém acessa o seu site, é importante que em menos de 3 cliques ele consiga encontrar o que está procurando, a menos que ele esteja consumindo todo o conteúdo e descendo pelas clusters de conteúdo em uma estrutura SILO, ou seja, pela navegabilidade pelo seu site.
main-qimg-4b633d6c84bef2dd2697683adbb92e8b-img-1927758-20191006004425

Palavra-chave

Antes de mais nada, você precisa escolher uma palavra-chave e palavras-chave secundárias que tenham a ver com a sua página e ao seu conteúdo. Essa é uma das principais técnicas de SEO, e para otimizar o site, a palavra-chave deve estar:

• No título e subtítulos;
• Variadas vezes no texto;
• Meta descrição.

Além disso, saiba que a primeira coisa que o Google observa no que tange ao conteúdo é o título, pois é através dele que o Google conclui qual é o assunto daquela página em questão.

Por isso que não se esqueça de colocar a palavra-chave de seu conteúdo no título da página.

Algumas pessoas ainda não sabem disso, mas os motores de busca referenciam as páginas (URL's) e não os sites como um todo.

Palavras-chave secundárias / Semântica

O que seriam Palavras-chave secundárias?

São sinônimos e variantes da palavra-chave principal. E lembrando que a palavra-chave principal deve vir em destaque, para poder assim ter um peso maior para o Google.

Trabalhar essa variação de palavras-chave, afim de evitar a repetição dos termos, incluindo sinônimos, também chamamos de explorar a semântica no conteúdo. Essa ação pode parecer básica, mas trabalhando essa técnica corretamente, com certeza lhe tará um ótimo desempenho, pois afinal, o Google saberá exatamente do que você está falando.

Linkagem Interna e Linkbuilding

O sucesso de uma estratégia de SEO também está na capacidade de inserir links internos e links externos no seu site, pois essa é uma estratégia poderosíssima e porque isso não só aumenta a visibilidade do seu site, mas faz com que o visitante passe mais tempo em sua web.

Os links internos são aqueles que direcionam de uma página para outras páginas ou posts do seu site ou blog.

Por exemplo, você insere um link de um outro artigo para outro mais completo, ou que o assunto do outro complemente esse tema o qual você está abordando, essa técnica é denominada de Linkagem Interna.

Já para a Linkagem Externa, são links de outros sites ou blogs que apontam para o seu site. Apenas preste atenção no momento dos links externos para que tenham alguma contextualização com o conteúdo do seu site, o Google leva muito em conta o contexto.

Caso contrário, isso pode acabar afetando sua credibilidade ou trazendo alguma punição ao seu site.

Linkbuilding

URL Amigável

O que é URL? A URL é o endereço da página.

Caso a sua URL não esteja otimizada, ou não seja uma URL amigável, ela pode estar composta por vários números e letras, e isso deixa o usuário um pouco confuso, além de não passar credibilidade.

O ideal é deixar a sua url com total clareza do que se trata o assunto, bem como é uma boa prática de SEO inserir palavras-chave na URL, pois os mecanismos de pesquisa analisam não apenas a URL, mas também a palavra-chave.

Veja um exemplo:

• Palavra-chave trabalhada: perder peso

• Título do Artigo: Dicas de como perder peso rápido

• URL: https://nomedosite/perder-peso/

Se você percebeu, a palavra-chave está no título da sua página e na URL. Assim, você deixa mais claro para o Google e o ajuda a encontrar mais facilmente e direcionar para o seu público-alvo, bem como para o cliente, quando esse visualizar a sua página no mecanismo de busca.

Otimização de Imagem

Você não pode simplesmente adicionar algumas imagens e achar que o trabalho está pronto. Não mesmo! Bem longe disso, as imagens também são pontos que devem absolutamente serem otimizadas.

Todas as imagens que você inserir no seu site, devem vir com seus nomes otimizados, contendo frases explicativas do assunto ou palavras-chave. Evite ao máximo usar nomes genéricos.

Talvez você se pergunte: por que nomear as imagens? Isso é porque os motores de busca não conseguem ler as imagens em sí, mas sim a descrição delas.

E no momento de escolher as imagens, prefira aquelas que não sejam muito pesadas, pois isso pode comprometer o tempo de carregamento da sua página.

No que tange a otimização esse fator é bem levado em conta pelos buscadores, pois quando uma página demora muito para carregar, corre o risco de o visitante acabar desistindo e saindo do seu site, aumentando assim, a rejeição.
marketing-de-conteudo

Conteúdo de Qualidade

Juntamente com todas as outras técnicas de SEO, a criação de um conteúdo de qualidade é essencial, mas a que considero uma das principais, talvez a TOP 2. É importante que o conteúdo seja coerente, claro, bem escrito e que seja postado regularmente, a constância também é uma boa prática!

Você deve desenvolver um texto único, original e ter muito cuidado com possíveis plágios, o que o Google e os demais buscadores, abominam. Inclusive, em último caso, o Google pode inclusive retirar seu site do ar.

Ao produzir o seu conteúdo, deve-se focar em esclarecer todas as dúvidas que o visitante busca em seu site, resolvendo seus problemas por completo, isso pode ser feito com conteúdo denso, completo e bem estruturado.

Ferramentas de SEO

Se o seu objetivo é melhorar o posicionamento do seu site, tenha em mente que existem ferramentas de SEO que podem lhe ajudar bastante.

Na verdade, existem várias e provavelmente você pode ficar em dúvida de qual se encaixa melhor para as análises do seu website, mas a ideia principal aqui é que seu site fique bem ranqueado.

Apenas lembrando que essas ferramentas não irão posicionar o seu site, mas com as análises dos dados obtidos, vai ajudá-lo a ter mais informações e com isso, trabalhar melhor para aumentar suas taxas de conversão.

Veja agora algumas dessas ferramentas, umas pagas e outras gratuitas. Analise cada uma delas e escolha a que achar melhor para o seu caso.
seo-tools

1. Keyword Planner - Planejador de Palavras-Chave

keyword-planner-google

Quando se trata de otimizar um site, a primeira coisa que você precisa pensar é na palavra-chave, porque é por meio dela que seu site é encontrado.

O Keyword Planner é uma ferramenta gratuita, mas é preciso ter uma conta no Google Ads.

Ela permite que você tenha uma ideia da quantidade de palavras pesquisadas, bem como palavras-chave relacionadas.

No momento que você estiver fazendo essa pesquisa, preste atenção nos termos que as pessoas usam para fazer suas buscas.

2. Google Trends - Acompanhe a Evolução do Número de Buscas

google-trends

O Google Trends também é uma ferramenta de SEO cujo foco é na palavra-chave. Só que aqui você consegue segmentar os dados dos usuários, como por exemplo, a localização.

Dessa forma, facilita o seu trabalho, porque você direciona o seu site para um público alvo específico de uma região específica.

Essa ferramenta também possibilita fazer uma pesquisa em relação à quantidade de palavras-chave pesquisadas, o que acaba sendo ótimo pra acompanhar as tendências.

Diferentemente do Planejador de Palavras-Chave, você não precisa ter conta no Google.

3. Ubersuggest

ubersuggest

O Ubersuggest também é uma ferramenta gratuita e você conta com as seguintes funcionalidades:

• Sugestão de palavras;
• Avaliar o volume de busca;
• Gráficos;
• Custo por clique.


É uma ferramenta que se bem trabalhada pode dar incríveis informações que trarão ótimos resultados!

4. Google Search Console

Google-Search-Console-submission

Como o nome já sugere, através dessa ferramenta você consegue vincular seu site diretamente com o Google.

Isso faz com que você receba relatórios do que está acontecendo no seu site, tanto o que o Google vê sobre seu site, bem como o comportamento do usuário em seu website, ele te fornece informações divididas em:

• Search Appearance (Aparência de pesquisa): Aqui você tem relatórios de como o Google faz a leitura de cada parte das páginas do seu site, sendo os títulos, descrições, imagens etc;
• Search Traffic (Tráfego de pesquisa): Aqui você tem relatórios do que as pessoas estão procurando no Google que as leva a clicarem (ou não) no seu site;
• Google Index (Índice do Google): Aqui você tem relatórios de como está o desempenho do Google no oque tange em indexar as páginas do seu site e disgnosticar as palavras-chave que mais aparecem;
• Problemas de segurança: Notificações de problemas de segurança detectados em seu site;
• Outros recursos: Ferramentas de testes, assistentes para negócios e muito mais.

E mesmo sendo gratuita, é muito útil, sendo integrada ao Google Analytics.

5. Semrush

logo-sem-rush

É uma ferramenta um pouco mais completa, que fornece uma série de dados, além de palavras-chave:

• URL’s duplicadas;
• Links quebrados;
• Páginas sem H1;
• Conteúdos duplicados.

Com todas essas informações a seu dispor, é possível ir melhorando o site, não apenas para que seja melhor posicionado, como também não perca posições e na pior das hipóteses, não sofra uma punição pelo Google.

6. Moz

moz

Embora seja uma ferramenta gratuita com muitas funcionalidades, se você quiser mais recursos, deverá fazer uma assinatura.

Então, o diferencial dessa ferramenta SEO é que é bastante útil para analisar links internos e externos. Além disso, você também pode pesquisar por palavras-chave e acompanhar o ranqueamento do seu site.

Essas são as principais ferramentas que você pode usar para otimizar seu site, o que vai fazer com que se torne mais visível, atraia mais visitantes e consequentemente, aumentando as taxas de conversão.

7. Ahrefs

ahrefs

Muito além de uma ferramenta, o Ahrefs é uma plataforma de SEO, uma das mais completas do mercado, criada inicialmente como uma ferramenta para análise de Backlinks.

Entre seus principais recursos estão:

• Site Exporer: Análise de Links;
• Site Explorer: Análise de Tráfego Orgânico;
• Alertas de Palavras-Chave e Links novos e perdidos;
• Content Explorer;
• Keywords Explorer;
• Rank Tracker;
• Site Audit.

Recomendada para uso diário, sem dúvidas indispensável para qualquer profissional do mercado de tráfego orgânico. Ferramenta completa para análise e gestão de SEO.
e-coommerce

SEO para Loja Virtual / E-commerce

Vamos supor que você tenha uma loja virtual e tenha um site, como que o SEO pode ajudar o seu negócio?

Vai ajudar porque vai trazer mais visibilidade, tráfego e conversões, sendo fundamental para o seu negócio.

A melhor coisa a fazer é começar a aplicar as técnicas de otimizações para obter o posicionamento no Google e demais buscadores, pois o tráfego orgânico em pouco tempo, te deixará surpreso com os resultados.

O principal objetivo é colocar sua loja virtual nas primeiras páginas dos motores de busca, melhorando o posicionamento das suas páginas na web.

Com isso, o objetivo é receber mais cliques, aumentando assim as visitas no site e aumentar suas taxas de conversão, transformando visitantes em leads e consequentemente em CLIENTES! Ou seja, maior volume de vendas.

Veja algumas vantagens de SEO para loja virtual ou e-commerce:

• Gerar mais tráfego;
• Conquistar a confiança do seu público;
• Ter mais notoriedade;
• Aumentar a visibilidade da sua marca.

Ao aplicar as técnicas mencionadas acima, é possível desde criar até mesmo atualizar e posicionar o seu site.

Como Aplicar o SEO no meu Site - Passo-a-Passo

Embora já tenha-se falado um pouco sobre isso, separamos aqui um passo a passo para lhe ajudar a começar a usar SEO no seu site:

1. Performance

servidor vps

Não sei se você sabe, mas o acesso a internet por smartphones no Brasil ultrapassa a marca dos 90%, segundo o IBGE e cerca de 53% dos usuários que acessam os sites através de seus smartphones, acabam saindo da página se demorar mais do que 3 segundos para carregar. Números impressionantes, não é mesmo?

Então esse é outro ponto para estar atento, pois isso não apenas interfere no posicionamento do site, como também na experiência dos usuários.

Toda otimização de sites deve começar na performance, ter um website rápido é um fator importantíssimo para conseguir ser bem posicionado, além do que, como hoje a maioria dos acessos já vem dos smartphones e muitos desses acessos vêm de 3G ou 4G, logo, muitos usuários não tem paciência de esperar muito tempo para a web ser carregada.

O Google e os demais buscadores dão muita importância a essa velocidade também, afinal de contas, os buscadores querem entregar a melhor experiência para o usuário, afim de que ele sempre use o seu serviço para encontrar o que deseja.

Então pense nisso, Hospedagem rápida é um fator primordial para ter um carregamento rápido, para tal, recomendo VPS.

Falaremos mais adiante de outros fatores que também são primordiais para termos performance e carregamento rápido.

2. Design Responsivo

design-responsivo

Levando em consideração essa dominância que os Smartphones vêm tendo nas pesquisas e nos acessos de nosso site, logo vamos falar do design responsivo.

O Google está bem de olho nesse fator, mas indo além, levando em consideração a experiência do usuário, devemos levar o fator humano em consideração, o site têm de estar bem adaptado tanto para celulares, quanto para tablet e para computadores, proporcionando assim, uma boa experiência do usuário ao acessar o seu site.

Essa ação pode reduzir bem a taxa de rejeição do seu site, pois todo o conteúdo estará bem disposto seja qual for a tela que estará acessando seu website, o que logo, melhora sua moral com os buscadores, que irão reconhecer que o tempo de permanência no site, vai aumentar.

3. Sitemap

sitemap

Os mecanismos de busca têm o “robozinho”, as famosas aranhas, que são os Crawlers de Rastreamento (web crawlers), que passam no seu site e fazem a leitura, identificando as páginas, posts, links internos, conteúdo e todo caminho percorrido do seu site.

Portanto, deixar um Sitemap bem feito faz TODA diferença.

Inclusive para wordpress têm os plugins que fazem todo esse trabalho de maneira automática pra você, como o Yoast, Rankmath, entre outros.

4. Certificado de Segurança (SSL)

certificado_ssl

O Certificado de segurança SSL (Secure Socket Layer) é um mecanismo de codificação de informações por meio de criptografia, cujo objetivo é proteger os dados pessoais ou sigilosos pela web.

Esse fator também tem um peso tremendo para os mecanismos de busca, ou seja, é a garantia que o seu website é seguro, autentico, portanto não se esqueça do famoso certificado https.

Hoje em dia, a maioria das pessoas que acessam a Internet tem muito medo de clicar em qualquer site, especialmente por causa de fraudes na internet.

Você já deve ter visto um cadeado ou “https”. Esse “s” do http indica que é um site seguro e no qual as pessoas podem confiar.

Vale a pena dar uma pesquisada porque existem empresas, inclusive de hospedagem que disponibilizam o certificado https de forma gratuita.

Várias pesquisas já comprovaram que sites com HTTPS são prestigiados na famosa competitividade por boas colocações nos mecanismos de busca, pois passam muito mais credibilidade aos usuários.

Tenha sempre em mente que SEO não é uma ou outra técnica, é um conjunto delas, que devem ser aplicadas para gerar um maior tráfego para o seu site.

Olha a quantidade de otimizações que temos de levar em consideração e ainda não digitamos nenhuma palavra no site, como o famoso “Olá Mundo ou Hello World” na sua web.

Agora sim, vamos lá então:

5. Título

title

Como já foi falado, é indispensável a presença da palavra-chave no título, pois é através dela que um potencial cliente vai encontrar você.

Apenas lembrando que o título não pode ter mais do que 65 caracteres.

Por exemplo, se você tiver divulgando um produto para emagrecer, tem que aparecer no seu título a palavra “perder peso” ou “emagrecer”, por exemplo, para que os usuários que estão interessados em perder peso, possam clicar no seu site, ao fazer essa busca pela internet.

O título é algo muito poderoso, pois não necessariamente precisa ser o título do artigo, mas sim o que vai aparecer no resultado da busca.

Caso não seja bem otimizado, esse espaço será ocupado no slogan por frases aleatórias do texto que são nada chamativas, ou seja, nada relevante e nem interessante para quem está fazendo a busca.

6. Meta Descrição

meta-description

A Metra Descrição ou Meta Description é a descrição que vem logo abaixo do título, que deve ser bem objetiva e de preferência, não ter mais do que 160 caracteres.

A Meta não tem mais um peso para o fator de ranqueamento, porém aquele pedacinho de texto se bem otimizado, pode trazer muitos cliques, ou seja, a pessoa ao ler a meta description já tem uma ideia se aquilo a interessa ou não. E dependendo, ela clica no seu site ou passa direto e ignora o seu site nos resultados.

Por isso que esse resumo precisa ser altamente bem feito para poder despertar o interesse de seu possível visitante.

7. Keyword Research

keyword-research

As pessoas quando buscam algo na internet, é porque elas têm um problema que precisa ser solucionado, logo, o que separa você e seu site do usuário/lead/cliente é exatamente a palavra-chave (keyword) a ser pesquisada, com a solução que você vai oferecer à problemática dessa pessoa.

A palavra-chave é a forma como a pessoa escreve a dúvida ou o problema no mecanismo de busca (Google, Bing, etc).

Para se fazer um bom Keyword Research, a primeira coisa a ser feita é escolher palavras-chave que direcionem seu site para as primeiras páginas dos motores de pesquisa.

Isso vai fazer com que seu site seja encontrado mais facilmente quando os usuários estiverem pesquisando.

É fundamental reservar um tempo para saber quais palavras-chave sua persona/audiência pesquisa.

Depois que você fizer essa pesquisa, procure organizá-las nas suas páginas para que o Google compreenda qual é o assunto que está sendo falando.

Veja aqui umas dicas para fazer essa pesquisa:

• Procure por palavras que tenham realmente a ver com seu conteúdo;
• Veja se são realmente procuradas por sua audiência;
• Verifique se têm um valor comercial;
• Analise se são de fácil compreensão e como você pode encaixa-las no texto.

Um dica bem interessante é: lembre-se de usar variações dessas palavras, para enriquecer o seu texto.

8. URL Amigável

Url Amigável

A URL de uma página deve ser curta, direta e objetiva, obedecendo a hierarquia do conteúdo pelo site. As URL's quando não estão devidamente otimizadas costumam vir com códigos de caracteres especiais, números aleatórios etc.

É primordial que ela seja auto-descritiva e lembre-se de sempre colocar a palavra-chave, e caso for uma longtail (termo longo), separe por hífen.

Exemplo:

https://seusite.com.br/dietas/dieta-low-carbo

Nesse exemplo temos:

Domínio Principal do Site: https://seusite.com.br
Categoria: dietas
URL da Página: dieta-low-carbo

Sendo assim, temos uma url totalmente otimizada, onde deixa muito claro que estamos falando no nicho de Dietas, especificamente súper nichando para Dietas Low Carbo, deixando assim, a probabilidade de atrair cliques muito maior!

otimizaçãoSEO

QUER TER O SEU SITE NO TOPO DO GOOGLE?

Entre em contato conosco e faça já um orçamento para ter o seu site no topo do Google e assim transformar o seu site em uma máquina de vendas!